All for Joomla All for Webmasters
Supersport 300

Ana Carrasco abandonaria a competição se homens e mulheres fossem separados

Ana Carrasco é uma das senhoras em destaque no motociclismo internacional, tendo dado nas vistas no ano passado ao tornar-se a primeira mulher da história a ganhar uma corrida de um Mundial – foi no WSSP300 em Portimão, batendo Alfonso Coppola e Marc García, que terminaram o campeonato nas duas primeiras posições.

Ao contrário de outros desportos, o motociclismo não separa classes masculinas e femininas. Quando questionada pelo jornal Marca sobre esse hipotético cenário, Carrasco admitiu que não o vê com bons olhos, uma vez que considera que um campeonato feminino não teria nível suficiente neste momento:

– Se separassem deixaria de competir porque, no final de contas, o que quero é ser piloto e lutar contra os melhores. Acho que um campeonato feminino, nesta altura, não teria nível porque não há mulheres suficientes para o fazer. No meu caso, não estou de acordo e penso que nunca vou estar.

Ana Carrasco abandonaria a competição se homens e mulheres fossem separados
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

To Top
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com