All for Joomla All for Webmasters
Custom & Bikes

As cinco melhores motos de estrada ‘derivadas’ do MotoGP

Muitos amantes do motociclismo já sonharam certamente em pilotar uma máquina de MotoGP. Estas cinco motos que lhe apresentamos têm como característica comum terem atributos semelhantes às da categoria-rainha e serem, ao mesmo tempo, legais para o uso em estrada.

Começamos com a potente Honda RC-213V-S, que como o nome indica é a versão de produção (S = street, estrada) da RC-213V do Mundial de MotoGP. Só 213 unidades foram produzidas e apesar do preço de 184 mil dólares (153 mil euros) foram rapidamente vendidas. Tem naturalmente algumas diferenças da moto de competição para poder andar em estrada (como por exemplo faróis) e é propulsionada por um motor V4 a 90° de 1000cc. Está decorada com as cores tradicionais da HRC.

Passando para a Ronax 500, é natural que faça lembrar a Honda NSR500, uma vez que é mesmo semelhante à versão de 2001 do modelo do Mundial de 500cc, que ganhou o título graças a Valentino Rossi. Tem discos de travão da Brembo com especificações do MotoGP e o motor atinge uma potência de 160cv. Antes de impostos esta potente moto custa a ‘módica quantia’ de 100 mil euros, que só 46 pessoas no mundo poderão pagar – sim, leu bem, é que só são produzidas 46 unidades da Ronax 500.

Continuamos com motos japonesas ao falar da Yamaha YZF-R1M, o mais aproximado que a marca tem do modelo de MotoGP. Está equipada com um motor 998cc que debita 200cv de potência, tem a carenagem em carbono, quadro em alumínio, rodas em magnésio e escape em titânio. Inclui suspensão electrónica de competição e uma unidade de controlo de comunicações que compila todos os dados enquanto a moto estiver em pista. Custa cerca de 25 mil euros, um pequeno preço a pagar por uma máquina que até foi testada por Valentino Rossi.

Seguindo a actual classificação do Mundial de construtores de MotoGP, avançamos para a Ducati 1299 Panigale R Final Edition. É um modelo para coleccionador que dispõe do motor V2 mais potente alguma vez homologado (a próxima geração será propulsionada por unidades V4) ao debitar 209cv de potência. O monocoque é construído em alumínio e a decoração surge no esquema ‘tricolore’ que remete para a bandeira italiana. O preço? Pouco mais de 39 mil dólares (32 mil euros)…

Também em Itália foi fabricada a Aprilia RSV4 RF, neste caso partindo do modelo do Mundial de Superbike (RSV4). A última versão, introduzida este ano, chega com um sistema de suspensão da Öhlins que melhora os tempos em pista em cerca de um segundo. O seu motor debita 201cv de potência, um pouco menos do que a Aprilia RSV4FW que só pode ser usada em pista. De referir que a unidade V4 tem sistema ride by wire com três mapas de gestão do motor (Sport, Race, Track). Está à venda por pouco mais de 22.500€.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

To Top
Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com